islamismo

24/09/2012
By

No Brasil costumamos dizer que a liberdade de um termina onde começa a liberdade do outro. Este limite é uma tênue linha por vezes obscura e subjetiva. Eu me pergunto sobre qual é a relação entre DIREITO e RESPONSABILIDADE uma vez que ser desrespeitoso com o Deus alheio pode incitar uma multidão de pessoas, independente de cada um estar ou não agindo dentro de seus “direitos”.  O artigo de Gilles Lapouge faz uma bela análise sobre estar em seus “direitos” e ser responsável pelas consequências resultantes de suas atitudes.

Não dá para ser a favor a qualquer custo ou contra a qualquer custo. Afinal, nós somos aqueles animais que elaboram o pensamento, não é não?

islamismo_ridicularização do profeta

 

[fonte:  jornal O ESTADO DE SÃO PAULO, Quinta-Feira, 20 de setembro de 2012,  Caderno Internacional]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*